CAPACITAÇÃO PARA TÉCNICOS EM FARMÁCIA - CRSCO

Informação

CAPACITAÇÃO PARA TÉCNICOS EM FARMÁCIA - CRSCO

Grupo para discussão de temas relevantes em políticas públicas com ênfase em assistência farmacêutica na CRSCO

Local: CRSCO
Membros: 30
Última atividade: 21 Mar, 2012

Resumo dos encontros

PRIMEIRO ENCONTRO - 14/09/2011

Segue uma seleção das melhores fotos da primeira aula do nosso curso que está sendo realizado na sala 13 da Biblioteca da Faculdade de Saúde Pública da USP, das 8 às 17 horas.

Naquela data, pudemos discutir um pouco sobre o processo saúde e doença, as políticas públicas no Brasil e seu contexto histórico. Colocamos o SUS no tribunal do júri e começamos a delinear o conceito de território.

Apreciem!

Equipe de monitores

 

SEGUNDO ENCONTRO - 21/09/2011

Neste dia, analisamos a aplicabilidade dos princípios e das diretrizes do SUS nos serviços de saúde e a inserção da assistência farmacêutica. 

O Sr. Dagoberto da Escola Municipal de Saúde explanou sobre o financiamento da saúde.

À tarde discutimos com o Elton da UBS República sobre território e como a territorialização deve orientar a prática profissional na detecção das necessidades e problemas de saúde da população.

Aprendemos também sobre a estrutura da SMS, parcerias e organizações sociais, na explanação da Silvia Ansaldi da CRSCO.

Ana Pace estudando...

Os monitores organizando os trabalhos

 

TERCEIRO ENCONTRO - 28/09/2011

 

Neste terceiro encontro, contamos com a participação da farmacêutica Dirce Cruz Marques, da Área Técnica de Assistência Farmacêutica da SMS que nos fez importantes esclarecimentos sobre a política de acesso a medicamentos e a Remume.

 

A Cecília, da Escola Municipal de Saúde, discutiu sobre a importância do trabalho, do trabalho na Saúde e do trabalho na farmácia.

Finalmente, a Cecília explanou sobre as atribuições dos Farmacêuticos e as competências dos Técnicos em Farmácia.

 

QUARTO ENCONTRO - 05/10/2011

 

A Alcione, farmacêutica do CAPS Perdizes, iniciou o dia discutindo com os alunos conceitos importantes como religião, valor ou conceito, princípios, moral, etiqueta ou rótulo e ética, com foco principalmente na ética profissional.

Os farmacêuticos Elton, da UBS República e Daniela, da UBS Vila Nova Jaguaré, discorreram sobre acesso a medicamentos e medicamentos essenciais, dentro do ciclo operativo da Assistência Farmacêutica.

Esta é a vista do segundo andar da biblioteca da Faculdade de Saúde Pública, onde estão ocorrendo os encontros com os técnicos em farmácia.

A farmacêutica Daisy Ferraz, da Área Técnica de Assistência Farmacêutica da SMS, deu importantes esclarecimentos sobre as listas de medicamentos: da OMS, a Rename, a Remume e a lista de medicamentos da Atenção Básica. Explicou também sobre as solicitações Extra-Remume.

 

 

 

Fórum de discussão

AVALIAÇÃO DO CURSO NA CENTRO-OESTE

Iniciado por Ana Maria Orfei Abe 16 Dez, 2011. 0 Respostas

Olá,A partir dos formulários de avaliação preenchidos pelos alunos segue a avaliação final do curso     organizada pela Cecília da Escola Muncipal de Saúde, Daniela e Elton.De modo geral, a avaliação…Continuar

DÉCIMO E ÚLTIMO ENCONTRO - 30-11-2011

Iniciado por Ana Maria Orfei Abe. Última resposta de Ana Maria Orfei Abe 6 Dez, 2011. 3 Respostas

Pela manhã, contamos com a apresentação da Sueli Ilkiu, da Coordenação do "Programa Remédio em Casa", da Atenção Básica da SMS. Ela nos explicou como o Programa foi implantado desde o início em 2005,…Continuar

OITAVO ENCONTRO - 16-11-2011

Iniciado por Ana Maria Orfei Abe. Última resposta de Ana Maria Orfei Abe 6 Dez, 2011. 6 Respostas

Na parte da manhã a farmacêutica Daniela da UBS Vila Nova Jaguaré, discorreu sobre a ação farmacológica dos medicamentos e sobre as RAM (reações adversas a medicamentos) esclarecendo os diferentes…Continuar

QUINTO ENCONTRO - 19/10/2011

Iniciado por Ana Maria Orfei Abe. Última resposta de Ana Maria Orfei Abe 28 Nov, 2011. 1 Resposta

Manhã:  Através da dinâmica de jogo da mímica os alunos puderam refletir sobre o processo de planejamento e organização.A seguir os alunos fizeram a leitura e análise do texto Despensa e Despesa,…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de CAPACITAÇÃO PARA TÉCNICOS EM FARMÁCIA - CRSCO para adicionar comentários!

Comentário de Silvia Regina Ansaldi da Silva em 8 fevereiro 2012 às 6:49

Bom dia Fernando

O atendimento aos pacientes com tuberculose (assim como todos os atendimentos na Unidade) devem ser encaminhados como um trabalho de equipe, cada qual contribuindo com aquilo que é específico das atribuições/ habilidades profissionais de cada um. O importante é que o trabalho seja integrado. O tratamento da tuberculose requer um acompanhamento muito intenso dos casos pela equipe de saúde, pois é bastante comum o abandono (paciente deixa de tomar os medicamentos) quando o usuário sente-se um pouco melhor dos sintomas da doença ou começa a sentir os efeitos adversos do medicamento. Acho que a equipe da farmácia pode e deve contribuir muito para o sucesso do atendimento a essas pessoas.

 

 

Comentário de Fernando Wallysonn de O. Moura em 7 fevereiro 2012 às 18:41

Obrigado Silvia pela sua prontidão, esclareceu sim minha dúvidas, porém na unidade onde trabalho, esses medicamentos sempre ficaram armazenados na farmácia mesmo, sua dispensação sempre foram feitas pela "equipe de vigilância, composta por três pessoas, como havia mencionado, no texto abaixo", a minha dúvida surgiu a partir do momento que esse equipe da vigilância, se reuniu conosco, para transferir essas atribuições trabalistas, para a equipe de farmácia, ou seja, nunca nem obtivemos  nenhum treinamento para atender "usuários com turberculose", se esse atendimento sempre foram acompanhados pela equipe de vigilância epidemiológica, porque não continuarem a execultar o mesmo...Não quero que transpareça como se não tivéssemos interessados à atender esses usários, pelo contrário.

 

Comentário de Silvia Regina Ansaldi da Silva em 7 fevereiro 2012 às 17:51

Boa noite Fernando,

A dispensação de todo e qualquer medicamento deve ser feita pela farmácia da Unidade, inclusive os medicamentos para tratamento da tuberculose. Saliente-se que esses medicamentos contem substâncias que estão incluídas na RDC 20/2011 - Anvisa (que dispõe do controle de medicamentos antimicrobianos). No caso dos pacientes com tuberculose, recomenda-se a estratégia  do tratamento supervisionado (tb conhecido como DOT) que prevê a administração do medicamento sob forma supervisionada na Unidade de Saúde. Nesse caso, a dispensação é feita pela farmácia em quantidades suficientes para um período préviamente acordado com o pessoal da vigilância conforme o fluxo operacional da Unidade (recomendamos de uma semana a 15 dias). O DOT é importante para acompanhamento do paciente como uma forma de garantir que o paciente use corretamente o medicamento e pelo tempo determinado por protocolo.

Lembro que toda a dispensação de medicamentos, em particular os que estão sujeitos a controle especial, como por exemplo os antimicrobianos, deve ser feita com registro nominal do paciente (pelo cartão SUS) no GSS.  

Por fim, o armazenamento de medicamentos em local diverso da farmácia contraria as boas práticas farmacêuticas (RDC 44/2009. O Conselho Federal de Farmácia, através da Resolução 542/2011 também estabelece a competência legal para dispensação dos antimicrobianos.

Espero ter esclarecido as suas dúvidas. Estou a disposição para qq outro esclarecimento.

Comentário de Fernando Wallysonn de O. Moura em 3 fevereiro 2012 às 21:42

Olá pessoal, boa noite, estive muito tempo ausente, pois estava me dedicando aos meus estudos, porém estou de volta...e com algumas dúvidas!

Gostária de obter, algumas informações, de quem é a responsabilidade pela dispensação dos medicamentos de "TB", e acompanhamento do tratamento desses usuários, quando "à unidade básica de saúde", dispõe no seu quadro de colaboradores de: farmacêutico (a), técnicos de farmácia, enfermeira da vigilância, técnica da vigilância e uma auxiliar da vigilância?

Sendo que esta dispensação já é feita e acompanhada pela equipe de "vigilância", gostaria de obter embasamentos coerentes para à argumetação que aqui será postada, se possível atravez de documentos, mostrando a quem cabe o exercícios dessas atividades...

Comentário de Daniela Oliveira de Melo em 9 dezembro 2011 às 22:11

"O começo é mais que a metade do todo" (Aristóteles). Que esses cursos de fim de ano simbolizem o começo da organização da assistência farmacêutica em nível local, na unidade, voltada para o usuário. Que 2012 já se inicie com ações e continuidade desse trabalho tão lindo e bem realizado.

Comentário de Sueli Ilkiu em 9 dezembro 2011 às 20:09

"Temos de nos tornar a mudança que queremos ver no mundo" - Gandhi

Bom final de 2011...e que 2012 nos encontre com força para continuar o processo de transformação.

Comentário de Ana Maria Orfei Abe em 5 dezembro 2011 às 18:18

Olá!

Também gostei muito do curso, não só pelo conteúdo e forma com que foram ministradas as aulas, mas também da oportunidade de poder interagir com estes novos, poderosos e democráticos instrumentos de difusão do conhecimento que são as redes de informação.

Abraços a todos!

Ana

Comentário de alcione geralda de alencar rocha em 5 dezembro 2011 às 15:10

Daniela, bacana sua mensagem.

Também compartilho com vc a esperança da construção da assistencia farmacêutica qualitativa no SUS.

Ví que saimos do sonho com essa capacitação que nos troxe tantos benefícios.

Agradeço a vc , à equipe de farmacêuticos liderados pela Silvia Ansaldi, aos colegas convidados para apresentar suas atividades e propostas e principalmente aos alunos que com atenção e generosidade aprenderam e ensinaram a todos nós.

 

 

Comentário de Daniela Oliveira de Melo em 5 dezembro 2011 às 14:04

Boa tarde,

não tenho como descrever o prazer que senti em participar desse curso. Foram várias as ocasiões onde senti a sensação de que havia feito a escolha correta da minha profissão e a reafirmação do meu amor pela docência.

Fiquei impressionada com o fato de termos tantos profissionais de qualidade e com disposição para fazer mais e melhor. Espero que tenhamos conseguido contagiá-los com nossa vontade de que o SUS dê certo e que possamos, de agora para frente, nos unirmos na construção um grupo de profissionais voltados para a prática da Assistência Farmacêutica, com objetivo de promover o uso racional dos medicamentos.

Estou a disposição e espero que tenha sido só o começo!!!

Comentário de Evaldo em 5 dezembro 2011 às 10:31

Oi, vi agora que o curso terminou.

Gostaria de agradecer a todos, em especial Ana Abe, Daniela e Silvia Ansaldi por utilizarem este espaço para a interação virtual do curso.

Precisava de um exemplo prático de como usar um grupo da rede e acho que aprendi muito com esta disposição da Ana Abe e Daniela em colocar o material do curso de farmácia. Vi que fizeram isso de noite, nos fins de semana e feriados!

E a possibilidade de explicar como esta rede funciona, nos dois cursos, também foi formidável.

Isso me deu novo gás para continuar! Pretendo organizar em 2012 oficinas de informática para trocarmos dicas de como usar melhor as ferramentas deste site e todos da assistência farmacêutica já estão convidados!

Agradeço muito o apoio de tod@s!

Evaldo.

 
 
 

BLOG DAS LINHAS DE CUIDADO DE OSASCO

LINHAS DE CUIDADO DE OSASCO : Diretrizes Médicas

© 2017   Criado por Evaldo.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço